APRESENTAÇÃO

O IX Encontro Nacional de Residências em Saúde acontecerá em Natal, capital do estado do Rio Grande do Norte, de 13 a 16 de outubro de 2019. Realizado pelo coletivo fruto da parceria dos programas de residência multiprofissional da saúde do estado, o encontro apresenta como tema: DO SERTÃO AO MAR SEREMOS RESISTÊNCIA: RESIDÊNCIAS EM DEFESA DA VIDA.

O IX ENRS visa reunir profissionais residentes, egressos, tutores, preceptores e coordenadores de programas de residências em saúde, pesquisadores, acadêmicos, gestores públicos e sociedade civil. O tema traduz posicionamentos, sonhos, desejos e aventuras do coletivo organizador do evento frente a atual conjuntura política, econômica, social e cultural brasileira.

“Sonhação”: sonho e ação de espaços propositivos, colaborativos e amorosos para sentir, pensar e viver a pluralidade do universo das residências em saúde através de uma programação/afetação organizada em círculos vivenciais, ativadores de fluxos, para nutrir nossa defesa da vida e nossa defesa do Sistema Único de Saúde na direção da justiça social.

Desejamos que do Sertão ao Mar, em outubro, no estado do Rio Grande do Norte, possamos receber os coletivos de atores/autores das residências em saúde de todo o Brasil para que, juntos e juntas, fortaleçamos nossas responsabilidades sanitárias frente à formação em serviço no, para e com o SUS.

E nas palavras do poeta potiguar Antônio Francisco convidamos todos e todas...

Quem já passou no sertão
E viu o solo rachado,
A caatinga cor de cinza,
Duvido não ter parado
Pra ficar olhando o verde
Do juazeiro copado.

E sair dali pensando:
Como pode a natureza
Num clima tão quente e seco,
Numa terra indefesa
Com tanta adversidade
Criar tamanha beleza.

O juazeiro, seu moço,
É pra nós a resistência,
A força, a garra e a saga,
O grito de independência
Do sertanejo que luta
Na frente da emergência.

Trecho do Cordel de Antônio Francisco “Os Sete Constituintes”.

Tendo o mar como horizonte, num turbilhão que constitui esse caldo cultural de poetas, repentistas, mamulengos, bordadeiras entre tantas facetas singulares é que materializaremos a resistência onde a aridez se torna abundância e a defesa da vida floresce coletivamente. Assim esperamos que seja a boniteza do IX ENRS!

Sejam bem vindos!